Portugal | Select other Country

Cinco em cada seis formulações de Q10 não passaram no teste




Q10 da Pharma Nord com efeito documentado cientificamente

Tomar um suplemento de Q10 que o organismo não consegue absorver é dinheiro mal gasto, e isto acontece com muitos dos produtos disponíveis no mercado. A maioria das pessoas desconhece que, não é só a qualidade da matéria-prima que define a biodisponibilidade de uma formulação de Q10, a forma como é produzida é ainda mais importante.

Milhões de pessoas em todo o mundo tomam diariamente um suplemento de Q10. Esta substância é única, e há cada vez mais estudos científicos que demonstram que um suplemento de Q10 de elevada biodisponibilidade pode melhorar a qualidade de vida de muitas pessoas.


Faz alguma diferença o tipo de formulação que se toma, desde que contenha Q10?

Faz! Há uma grande diferença entre os suplementos de Q10 disponíveis no mercado. Se o Q10 for simplesmente incorporado numa fórmula à base de óleo, envolvida por uma cápsula de gelatina, não há qualquer garantia que o organismo consiga efectivamente absorver o ingrediente activo (ver gráfico abaixo). A matéria-prima deve ser manipulada de uma forma especial que permita a sua absorção pelo sistema digestivo.

Q10 com 3 a 6 vezes melhor absorção

López-Lluch G, et al. Bioavailability of coenzyme Q10 supplements depends on carrier lipids and solubilization. Nutrition 2019 Jan;57:133-140

Estudo revela grandes diferenças de qualidade

O gráfico apresentado pertence a um estudo publicado no jornal científico Nutrition. A imagem mostra diferenças significativas entre as formulações de Q10 e a respectiva absorção no organismo. Neste estudo, algumas formulações não foram praticamente absorvidas.

O organismo tem dificuldade em absorver o Q10

Não admira que a maior parte das formulações contendo coenzima Q10 tenha fraca biodisponibilidade. Em todas as matérias-primas de Q10, independentemente da sua qualidade, as moléculas de Q10 formam cristais insolúveis, que não são digeridos e que não conseguem atravessar a parede intestinal para chegar à corrente sanguínea. A Pharma Nord desenvolveu uma técnica especial, patenteada, permitindo que estes cristais se dissolvam à temperatura corporal. Para isso, os cristais de Q10 têm de ser misturados em óleos com pontos de fusão diferentes e depois submetê-los a um aquecimento específico. Este procedimento organiza as moléculas individuais de Q10 de modo a que sejam capazes de atravessar a parede intestinal e entrar na corrente sanguínea.

Cristais de Q10 da Pharma Nord altamente solúveis

O processo patenteado que fez a diferença

Em 1991, a Pharma Nord começou a utilizar um método de fabrico especial que entretanto foi aperfeiçoado e patenteado. Esta formulação de Q10 esteve envolvida em alguns dos estudos científicos mais reconhecidos actualmente, e é por causa da sua comprovada biodisponibilidade que o BioActivo Q10 Forte da Pharma Nord se tornou a referência científica oficial da Associação Internacional para a Coenzima Q10 (ICQA).

Cápsulas de Q10 escuras para protecção da substância activaO barato pode sair caro

Os suplementos alimentares não têm que provar a sua eficácia para serem colocados à venda. Assim, como consegue garantir que o suplemento de Q10 que compra é efectivamente absorvido pelo organismo? A única forma é escolher um suplemento que tenha documentação científica sólida e consistente. Ao comprar um suplemento com coenzima Q10 apenas pelo seu preço baixo, pode estar, na realidade, a gastar mais porque corre o risco do Q10 passar pelo sistema digestivo com pouca ou nenhuma absorção. Ainda que o preço possa ser um pouco mais elevado, é sempre preferível escolher uma formulação com absorção comprovada.

Devo tomar um suplemento diário de Q10?

São muitas as razões que justificam tomar um suplemento com Q10 diariamente, desde que opte por uma formulação com biodisponibilidade comprovada. A marca de Q10 original, que se tornou a referência a nível de investigação científica, é comercializada em Portugal com o nome BioActivo Q10 Forte. Além de coenzima Q10 de elevada qualidade e idêntica à produzida pelo organismo, contém vitamina B2 que contribui para o metabolismo normal de produção de energia e redução do cansaço. O organismo é capaz de sintetizar coenzima Q10, mas à medida que envelhecemos, a produção endógena vai reduzindo.

BioActivo Q10 Forte 100 mgUtilizado em investigação científica

O BioActivo Q10 Forte da Pharma Nord é considerado a formulação de Q10 mais documentada em termos de biodisponibilidade e segurança, razão pela qual foi o produto escolhido em dois dos maiores e mais inovadores estudos da coenzima Q10, o estudo Q-Symbio (Journal of the American College of Cardiology, Heart Failure, 2014) e o estudo KiSel-10 (International Journal of Cardiology, 2013).
 

Leia mais sobre o BioActivo Q10 Forte 100 mg