Nutrientes que reforçam o sistema imunitário ajudam-no a manter-se saudável

Um sistema imunitário eficiente reduz o risco de apanhar gripe ou constipações. Sabia que um suplemento diário de selénio e zinco pode ajudar? Estes dois micronutrientes são essenciais para manter o sistema imunitário vigilante.

Um sistema imunitário resistente e eficaz é a melhor defesa contra constipações, gripes, outros microrganismos e subsequentes infecções. Há muitas formas de manter o sistema imunitário em alerta. Uma delas é ingerir alimentos saudáveis, que integrem determinados nutrientes, como o selénio e o zinco, que contribuem para uma boa resposta do sistema imunitário. Um suplemento, como o BioActivo Selénio+Zinco, pode ser muito útil.
 

Prevenir as mutações dos vírus
 

No que diz respeito a infecções virais, é muito importante ter um sistema imunitário resistente. Estudos realizados por Melinda A. Beck, da Universidade da Carolina do Norte, Chapel Hill, mostram que o vírus Coxsackie se torna muito mais agressivo quando sofre mutações no organismo. Beck demonstrou que ratinhos inoculados com este vírus, geralmente inofensivo, apresentam muito maior risco de complicações se o vírus sofrer mutações. Os vírus da gripe também podem sofrer mutações no organismo.

Os europeus têm falta de selénio
O teor de selénio na alimentação europeia é inferior comparativamente com a alimentação noutras regiões do mundo mais ricas em selénio, por exemplo os E.U.A. Segundo especialistas, o nosso aporte de selénio é menos de metade do que seria ideal para reforçar os mecanismos de defesa seleno-dependentes. O problema reside no facto de o solo agrícola da Europa ser pobre em selénio. Uma forma de ultrapassar este problema consiste em adicionar selénio aos fertilizantes para aumentar o teor de selénio nas colheitas. Foi precisamente isto que a Finlândia fez há cerca de 30 anos, conseguindo aumentar o aporte de selénio da população. Outra forma de combater este défice poderá ser a toma de suplementos contendo selénio, o que cada vez mais pessoas fazem por precaução.

 

Qual a dose necessária?

Muitas pessoas questionam-se se estarão a obter selénio e zinco em quantidade suficiente e quanto deveriam ingerir. À luz dos estudos científicos mais recentes, é praticamente unânime que um adulto saudável precisa de cerca de 100 microgramas diários de selénio. Estudos de intervenção em diversas doenças, não exclusivamente na prevenção de viroses, demonstraram que doses iguais ou superiores a 200 microgramas tinham efeitos benéficos. Em relação ao zinco, considera-se suficiente um aporte diário na ordem dos 15-30 mg.

Com BioActivo Selénio+Zinco, obtêm-se ainda vitaminas B6, C e E, que fazem parte da chamada “defesa antioxidante”. Esta mistura de micronutrientes altamente benéfica ajudam-no a manter-se saudável.
Outros benefícios do BioActivo Selénio+Zinco:

  • Contém SelenoPrecise, uma levedura de selénio orgânico única, patenteada, com biodisponibilidade superior. Os estudos comprovam que 88,7% do teor de selénio é absorvido pelo sistema digestivo;
  • Contém gluconato de zinco, uma excelente forma de zinco com propriedades comprovadas;
  • O selénio contribui para o funcionamento normal da tiróide e para cabelo e unhas saudáveis.
Leia mais sobre o BioActivo Selénio+Zinco

Outras noticias