Portugal | Select other Country

Selénio contribui para um bom funcionamento da tiróide

A maioria das pessoas não percebe o que é a tiróide - ou onde se situa – mas, provavelmente, será a glândula endócrina (na produção de hormonas) mais importante do corpo.

Esta glândula, que se situa em ambos os lados da garganta, Doctorcom uma forma semelhante a uma borboleta, controla, entre outras coisas, a rapidez com que o organismo consome energia e converte as proteínas, ao mesmo tempo que controla a sensibilidade hormonal do corpo. A tiróide produz diversas hormonas, das quais as mais importante são a triiodotironina (T3) e tiroxina (que, por vezes, é chamada de T4). Estas hormonas regulam a taxa metabólica das células, ou seja, a rapidez com que converte a gordura, a proteína e os hidratos de carbono em energia. Além disso, regula as hormonas do crescimento e diversas funções corporais, incluindo a manutenção da massa óssea.

Uma das substâncias importantes para o normal funcionamento da tiróide é o selénio. Obtemos selénio através da dieta alimentar (peixes, nozes, carne de órgãos, etc.), mas a quantidade depende da riqueza do solo em selénio. A Dinamarca tem solos com níveis baixos de selénio, assim como a Inglaterra e a Finlândia. Em meados da década de 1980, a Finlândia ordenou que fosse adicionado selénio em todos adubos, de forma a aumentar o teor deste mineral vital nas colheitas.

Um produto como o BioActivo Selénio+Zinco pode ser um bom complemento para uma dieta saudável e equilibrada, pois contém uma forma especial de fácil absorção chamada SelenoPrecise. É uma levedura de selénio patenteado e padronizado com mais de 30 formas de selénio diferentes ligados organicamente. O que faz com que SelenoPrecise seja particularmente útil é a sua taxa de absorção documentada de cerca de 90%, assim como a sua composição homogénea. Devido a estas propriedades, SelenoPrecise é usado para estudos científicos e projectos de pesquisa em todo o mundo.

Além do conteúdo de selénio e zinco, BioActivo Selénio+Zinco contém ainda as vitaminas A, B6, C e E.

Outras noticias