Pharma Nord   Notícias Saúde
- especialmente para si, que gosta de cuidar da sua saúde

O nutriente que precisa para o funcionamento normal da tiróide 

Sabia que o selénio é um mineral necessário para o funcionamento normal da tiróide? Mais uma vez, o programa “Retratos da Saúde”, na SIC Mulher, falou sobre a deficiência de selénio na população portuguesa. Continue a ler e descubra como se pode certificar que obtém este oligoelemento essencial.
fphar 
Para garantir o funcionamento adequado da glândula da tiróide, deverá conhecer melhor o selénio. Recentemente, na SIC Mulher, falou-se novamente deste oligoelemento essencial. Cada vez mais estudos reforçam a importância de uma ingestão adequada de selénio para assegurar uma boa saúde.
 

Cabelo e unhas frágeis

O selénio integra a estrutura de 25 proteínas presentes no corpo humano, designadas selenoproteínas, que são enzimas responsáveis por regular diversas funções biológicas, como por exemplo a função da tiróide. A tiróide é a glândula que controla o metabolismo, contudo, muitas pessoas têm problemas na tiróide, sobretudo as mulheres. De acordo com o Grupo de Estudos da Tiróide da Sociedade Portuguesa de Endocrinologia, Diabetes e Metabolismo, 1 milhão de portugueses sofre de doenças da tiróide. Estes problemas podem afectar o peso corporal e a saúde do cabelo e das unhas. Actualmente, os investigadores reconhecem que o selénio contribui para o funcionamento normal da glândula da tiróide. 
 
 

Importante para a paternidade

Algumas selenoproteínas estão também envolvidas no sistema imunitário, enquanto outras são necessárias para a produção normal de espermatozóides. Esta é uma informação útil para homens que planeiam ser pais. No entanto, existe um problema na população portuguesa no que respeita à ingestão de selénio a partir da alimentação.
 
 

Solos portugueses contêm pouco selénio

A razão pela qual a ingestão de selénio em Portugal é reduzida (à semelhança da maior parte da Europa) é devido às baixas concentrações deste mineral nos solos. Assim, as colheitas produzidas nestes terrenos também obtêm pouco selénio, tal como os animais que consomem essas colheitas. Consequentemente, a população portuguesa obtém quantidades muito limitadas de selénio a partir de alimentos, como os cereais, carne e lacticínios.  
 
 

Um suplemento de selénio pode ser útil

Estudos científicos revelam que, para garantir a acção das diferentes selenoproteínas no nosso organismo, devemos ingerir 100-125 microgramas de selénio diariamente. 
Se a alimentação não consegue providenciar selénio suficiente, qual a alternativa? Cada vez mais pessoas optam por um suplemento alimentar contendo selénio, para aumentar a ingestão deste nutriente. Contudo, se quiser garantir que o seu organismo efectivamente absorve e utiliza o selénio presente no suplemento, opte pela forma de selénio com melhor documentação científica, o SelenoPrecise, uma levedura enriquecida com selénio presente no BioActivo Selénio+Zinco, da Pharma Nord.
 
 

Biodisponibilidade documentada

SelenoPrecise é uma levedura de selénio orgânico única, que contém mais de 20 formas orgânicas de selénio (fornecendo a mesma variedade de fontes naturais de selénio que obtemos a partir de uma alimentação equilibrada). Esta levedura de selénio está documentada em mais de 40 estudos científicos. De acordo com esta documentação, o organismo absorve exactamente 88.7% do conteúdo de selénio e 74.4% do selénio absorvido mantém-se no organismo e é integrado nas selenoproteínas que dependem do selénio para funcionar. Contém também zinco e as vitaminas B6, C, e E.
 
Leia mais sobre o BioActivo Selénio+Zinco