Pharma Nord   Notícias Saúde
- especialmente para si, que gosta de cuidar da sua saúde

A nossa dieta têm um importante nutriente em falta - o selénio, que é fundamental para o sistema imunitário e muitas outras funções biológicas. Vários especialistas em saúde estão preocupados com esta questão, e dois abordaram recentemente este problema num evento em Lisboa. Continue a ler e descubra porque é que o selénio é tão importante para sua saúde.

A população portuguesa não obtém quantidades suficientes de selénio. O problema também afecta outros países da Europa e os especialistas já falam em "crise de nutrientes". A Doutora Catarina Galinha, Engenheira biológica e investigadora do Instituto Superior Técnico de Lisboa, e o Dr. Miguel Baião, Médico especialista em Medicina Geral e Familiar, Medicina Integrativa e Ortomolecular, apresentaram uma palestra sobre o papel vital do selénio na saúde humana num evento em Lisboa, no passado dia 25 de Maio, organizado pela Pharma Nord.

 

O que é o selénio e porque é que é essencial?

O selénio é um oligoelemento essencial que contribui para a manutenção da saúde cardiovascular, para um sistema imunitário saudável e uma boa função reprodutora. Além disso, protege as células contra moléculas potencialmente nocivas, conhecidas por radicais livres. A evidencia cientifica indica que o consumo de selénio pode reduzir o risco de certas formas de cancro.

Por ser um oligoelemento encontra-se presente em quantidades muito reduzidas em certos alimentos como é o caso dos frutos secos, particularmente a castanha do Brasil, cereais integrais, peixe, fígado, rins e outros tipos de vísceras.

Este mineral apesar de necessário em pequenas quantidades tem um papel essencial, uma vez que apoia 25 diferentes selenoproteínas no organismo. Estas selenoproteínas têm funções diferentes e sem selénio, não conseguem desempenhar as suas tarefas.
 

Leia mais

 

Porque é que temos falta de selénio em Portugal?

Segundo um estudo de 2015, desenvolvido pela investigadora Doutora Catarina Galinha, a resposta é simples. Existem baixos níveis de selénio na população portuguesa porque os solos portugueses, e consequentemente os cereais cultivados nesses solos, apresentam baixos níveis de selénio. Uma vez que o pão e os derivados do trigo representam uma parte considerável das dietas portuguesas, é provável que baixo teor de selénio no trigo contribua para que exista deficiência deste mineral na população.

Contudo, este não é um problema apenas de Portugal. Estima-se que cerca de 20% da população europeia não obtém a quantidade recomendada de selénio (55µg por dia). Conscientes das consequências que a deficiência deste mineral pode ter para o organismo, países como é o caso da Finlândia já utilizam desde 1983 fertilizantes agrícolas enriquecidos com selénio. O aporte de selénio na Europa é consideravelmente inferior ao de outras regiões do planeta, como Estados Unidos e Japão, graças às condições do solo e hábitos alimentares.
 

Leia mais

 

Consequências da deficiência de selénio para o organismo

Como já foi referido anteriormente, o selénio apoia 25 diferentes selenoproteínas que desempenham diferentes funções no organismo, entre elas ao nível do funcionamento da tiróide, reforço do sistema imunitário, protecção das células contra o stress oxidativo, fertilidade masculina e beleza das unhas e cabelo.

A existência de um défice em selénio não causa necessariamente sintomas que sejam óbvios de imediato, o que faz com que esta seja uma ameaça silenciosa. Alguns dos sintomas de deficiência poderão passar pela fadiga, fraqueza muscular, perda de massa muscular, queda de cabelo, descoloração das unhas, infertilidade ou problemas cardíacos.

A fórmula SelenoPrecise
BioActivo Selénio+Zinco contém 100 microgramas de selénio de qualidade farmacêutica na forma de uma levedura de selénio orgânico (patenteada) que contém diversas moléculas de selénio incluindo a L-selenometionina.

Elevada absorção
A investigação comprova que precisamente 88,7% do conteúdo de selénio presente no BioActivo Selénio+Zinco é absorvido pelo corpo após ingestão. A qualidade de um suplemento define-se, em grande parte, pela biodisponibilidade que apresenta.

 

Mais de 30 formas diferentes de selénio orgânico

SelenoPrecise contém mais de 30 formas de selénio orgânico, apresentando, cada uma, funções específicas no organismo.

Menos de 1% de selénio inorgânico
O selénio orgânico é absorvido substancialmente melhor do que o selénio inorgânico. Muitos suplementos de selénio com preço mais em conta utilizam selénio inorgânico, porque tem menores custos de produção. SelenoPrecise contém menos de 1% de selénio inorgânico.

Uma matéria-prima patenteada
SelenoPrecise é produzido como ingrediente farmacêutico activo na fábrica da Pharma Nord, na Dinamarca. Sendo uma matéria-prima patenteada, nenhum outro fabricante está autorizado a fabricar uma levedura de selénio com as mesmas especificações.

O efeito de SelenoPrecise está documentado em mais de 40 estudos publicados, incluindo o estudo pioneiro KiSel-10 (International Journal of Cardiology, 2013).