Portugal | Select other Country

Como manter uma boa memória




memóriaEstima-se que, em Portugal, existam cerca de 182 mil pessoas com demência e a perspectiva é que o número duplique nas próximas duas décadas. Recentemente, o semanário “SOL” e o canal de televisão "SIC Notícias", deram um grande destaque à memória em sequência das celebrações do Dia Mundial do Alzheimer, e do “Projecto +Memória”.

Ter problemas de memória é um sintoma comum à medida que envelhecemos -, mas não tem sempre que ser assim. Uma planta medicinal chamada Ginkgo Biloba é uma forma bem documentada para preservar a sua memória.

O esquecimento é um dos sinais comuns quando se chega a uma certa idade. As chaves e os óculos começam a não estar nos locais onde achamos que estão. Cada vez é mais difícil lembrar todos os nomes. Uma simples receita familiar poderá ter de ser lida do princípio ao fim.

Este problema é tão comum, que é considerado quase como uma parte inevitável da vida. Contudo, já existe documentação científica sobre suplementos com Ginkgo Biloba, no sentido de melhorar problemas de memória relacionados com a idade.

Contribui para uma boa memória
Contribui para uma boa memóriaAs folhas da árvore Ginkgo Biloba contém substâncias activas conhecidos como flavono-glicosídeos e terpeno-lactonas. Estes compostos têm demonstrado um efeito benéfico sobre o fluxo de sangue no cérebro, ajudando a manter uma boa função cognitiva, como é o caso da memória e da concentração.

Este efeito benéfico tem sido bem documentado em ensaios clínicos (1), feitos com extracto padronizado das folhas de Ginkgo Biloba, que começaram a ganhar notoriedade para problemas de memória.

Facilidade em recordar
Tomar um suplemento de Ginkgo Biloba para apoiar a circulação sanguínea e melhorar as competências cognitivas faz muito sentido. Embora poucas pessoas gostem de admitir, uma memória fraca é algo que afecta o dia-a-dia cada vez mais, à medida que se envelhece. Investigação científica demonstra que, após os 60 anos, a capacidade de raciocinar, aprender e pensar, pode ser cerca de 40% menor.

Referências:
(1):Kleijnen J, Knipschild P: Ginkgo bilobafor cerebral insufficiency.;
BrJ Clin Pharmacol 1992 34, no. 4, pp. 352-8

 

Qualidade documentada:
O melhor nos testes

BioActivo Biloba Forte foi o que apresentou maior concentração de substâncias activas dos 18 produtos testados.

Facilidade em recordar

Referências: Mantle et al. THE JOURNAL OF ALTERNATIVE AND COMPLEMENTARY MEDICINE Volume 9, Number 5, 2003, pp. 625–629


BioActivo Biloba Forte contém o extracto documentado de Ginkgo Biloba com 24 mg de flavono-glicosídeos e 6 mg de terpeno-lactonas, que ajuda a manter uma boa função cognitiva, como é o caso de: Memória, Capacidade de Concentração e Aptidão Linguística.